Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A penitência de uma dona de casa que acha que tem um encosto

Diarística. Autoficção. Versos.

A penitência de uma dona de casa que acha que tem um encosto

Diarística. Autoficção. Versos.

Cheirava-me a mão a alho

logo pela manhã

enquanto o sol ainda tenso

se desnudava à janela

 

Os dela talvez cheirassem

a tília ou a rosas de santa teresinha

 

mas eu tinha os olhos postos 

no traçado curto da poesia

 

E chegava-me a sua delicadeza

para obnubilar o escarninho

do alho e o

Despeito da rosa.