Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A penitência de uma dona de casa que acha que tem um encosto

Diarística. Autoficção. Versos.

A penitência de uma dona de casa que acha que tem um encosto

Diarística. Autoficção. Versos.

Gosto de escrever à mão, mas, depois, volvidos os dias e a neblina, é raro perceber a caligrafia. Talvez faça sentido, que nem tudo é de esquadrinhar, nem nós.Serei eu a escrever torto para dar a falsa sensação de mistério, adensando o nada que me parece irresoluto, ou sê-lo-ei em potência? Má caligrafia, talvez, apenas e só - nem sempre se deve justificações psicanalíticas ao real - a pressa de acompanhar o pensamento?