Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A penitência de uma dona de casa que acha que tem um encosto

Diarística. Autoficção. Versos.

A penitência de uma dona de casa que acha que tem um encosto

Diarística. Autoficção. Versos.

Desistiu

e não foi caindo

como dama 

inocente

que desfalece, 

(de poetas velhos,

que as queriam sempre

belas e jazidas),

minguando-lhe

a força na fragilidade

da pétala. A flor 

morreu

e desprendeu-se

impetuosamente,

músculo primitivo

sobre a terra humedecida,

outra já no chão,

esfarelado o tempo.